Dicas e Novidades

Dicas

Proteja-se do sol
Uso diário do protetor solar é recomendado, especialmente em países tropicais.
Pele oleosa do rosto?
Pele oleosa requer limpeza do rosto duas a três vezes ao dia com sabonetes anti-seborreicos: Puriance (Profuse - Aché), Effaclar (La Roche Posay), Normaderm (Vichy), Dermotivin (Galderma), Clindo (Stiefel), Theracne (Theraskin), Epidac (Mantecorp).
Pele seca do rosto?
Pele seca requer limpeza do rosto duas vezes ao dia, com sabonete suave (Epidrat sensi, Lipikar Surgras, Fisiogel, Nutrel sabonete liquido) e depois aplicar hidratante a base de ácido hialurônico, vitamina C e E, ceramidas etc.
Cuidados com a depilação
Depilação com cera e lâmina de barbear pode provocar pelos encravados e foliculite. Procure informar-se sobre métodos definitivos com laser.
Atenção ao mau odor das axilas
Bromidrose é o mau odor nas axilas e pés. Ocorre por crescimento de bactérias e fungos. Deve-se lavar os locais com sabonetes antissépticos e aplicar medicamentos para combater os micro-organismos.
Evite unhas encravadas
Para evitar unhas encravadas, deve-se cortá-las retas e calçar sapatos confortáveis.
Reaplique o protetor
Protetor solar deve ser reaplicado a cada duas horas quando estiver exposto ao sol, especialmente na transpiração e no mergulho.
Como proteger as crianças do sol
Crianças só poderão usar protetor solar após os seis meses de idade. Antes disso, devem ser protegidas através de roupas, chapéu e guarda-sol que contenham proteção contra radiação ultravioleta na composição dos tecidos e evitar horários entre 9 e 15 horas.
Lembre-se de proteger lábios e orelhas
Aplicar batom com protetor solar nos lábios quando for ao sol e aplicar protetor solar também nas orelhas, estas áreas são sedes de câncer de pele.
Cuidado ao manusear produtos de limpeza
Deve-se manusear produtos de limpeza, sabões, detergentes e etc com luvas de borracha para evitar ressecamento das mãos e unhas quebradiças.
Escolha o hidratante certo
Existem hidratantes mais fluidos e mais densos. Em climas frios, dê preferência aos mais cremosos e climas mais úmidos, aos mais leves e fluidos.

Novidades

Peeling químico
Trata-se de um procedimento onde aplica-se determinado ácido para promover remoção de algumas camadas da pele, com objetivo de melhorar a textura, o clareamento e estimular colágeno. Método eficaz e seguro quando bem indicado. Indicações: melasma, manchas residuais pós-acne, sardas, acne, cicatrizes de acne, rugas finas, entre outras.
Peeling físico - microdermabrasão
Método mecânico através de cristais de óxido de alumínio, promovendo retirada de células da superfície da pele, tornando-a mais fina, propiciando melhor penetração de medicamentos, principalmente dos ácidos. Geralmente associa-se os peelings físico e químico para potencializar os resultados.
Remoção de pelos
Presença de pelos indesejáveis é uma queixa frequente, tanto no sexo feminino quanto no masculino. Existem vários métodos para retirá-los, alguns temporários, outros permanentes. Os temporários como lâmina de barbear, pinça, cera e cremes depilatórios, frequentemente causam pelos encravados, foliculite, escurecimento da pele, irritações, etc. Nos últimos anos, a procura por métodos de depilação prolongada e definitiva aumentou muito. Os aparelhos emitem luz que destroem os pelos, obtendo resultados eficazes e duradouros, eliminando os problemas que existiam quando usavam métodos temporários de depilação.
Queloide e cicatriz hipertrófica
Ocorrem crescimento excessivo de tecido fibroso após cicatrização da pele por um ferimento. Mais frequente em peles negras. Existe uma predisposição genética para desenvolver queloide. Pode-se tratar com corticóides, placas de silicone, cirurgia, laser, radioterapia, crioterapia etc.
Acne
Muitos pacientes questionam sobre a piora da acne com ingestão de determinados alimentos. Até 2005, os estudos eram inconclusivos. A partir de 2009, a literatura começou a analisar alguns alimentos, como: lacticínios com alto índice glicêmico e acne. Componentes do leite têm capacidade de aumentar a liberação de insulina. Esta, estimula o IGF-1 (fator de crescimento com ação semelhante à insulina 1), que por sua vez, aumenta a testosterona, propiciando à acne. Além disso, ômega-6 são ácidos graxos pró-inflamatórios associados à acne, enquanto os ácidos graxos ômega-3, são anti-inflamatórios, relacionados a menor risco de acne. Nenhum estudo mostrou relação da acne com chocolate e gordura saturada.
Procedimentos & gravidez
TOXINA BOTULÍNICA: apesar de saber que não é nociva ao feto, pois não atravessa a barreira placentária, evita-se seu uso na gestante.

PREENCHEDORES: visa promover reposição de volume. O principal é o ácido hialurônico. Devido à falta de estudos, não se recomenda na gravidez.

PEELINGS QUÍMICOS: evita-se alguns ácidos como, retinóico, salicílico e tricloroacético. O ácido glicólico, derivado da cana de açúcar é permitido.

LASER e LUZ INTENSA PULSADA: não existe relação de problemas com o feto, mas como neste período a gestante tem maior chance de pigmentação, evita-se durante a gravidez.

MICRODERMABRASÃO ( peeling de cristal/diamante): procedimento totalmente seguro na gravidez.

Produtos de uso tópico permitidos: vitaminas C e E, nicotinamida, hidratantes (se for com uréia, permitido até 3%), protetores solares, clareadores (só ácido azelaico).
Cuidados com as unhas
Para preservar a beleza e saúde das unhas a manicure deve ter alguns cuidados:

1-As unhas devem ser cortadas retas para evitar unha encravada;

2-Deve se remover só o excesso da cutícula, lembre-se que ela protege a unha;

3-Materiais descartáveis e devidamente esterilizados. Limpeza incorreta pode transmitir infecções bacteriana, fúngica e viral, sendo as mais graves, hepatite e AIDS;

4-Retirar o esmalte com removedores sem acetona ;

5-Se tiver alergia ao tolueno e formaldeído, selecionar esmalte antialérgico;

6-Para unhas frágeis, usar base com formaldeído na concentração de 1-2%, evitando contato com a cutícula. Seu uso prolongado pode ter efeito antagônico;

7-Além desses cuidados, deve-se hidratar com frequência as unhas e cutículas, especialmente à noite e algumas vezes se faz necessário suplementação de minerais e vitaminas, especialmente biotina, silício e ferro.
Como proteger as crianças do sol
Crianças só poderão usar protetor solar após os seis meses de idade. Antes disso, devem ser protegidas através de roupas, chapéu e guarda-sol que contenham proteção contra radiação ultravioleta na composição dos tecidos e evitar horários entre 9 e 15 horas.
Cabelos
Existem diferenças étnicas entre os cabelos e cada tipo precisa de cuidados específicos. Tipos de cabelos: caucasianos (ondulados e lisos), asiáticos (lisos) e afro-étnicos (crespos).

Xampus: responsáveis pela limpeza do couro cabeludo e cabelo. Possui agentes surfactante, que é o limpador e o condicionante, que é o protetor dos fios, minimizando a agressão.

Condicionadores: promovem proteção dos fios, facilitando o ato de pentear e a maciez. Filtro solar para cabelos: radiação ultra-violeta e luz visível degradam a estrutura da cutícula e córtex do fio e a cor, por isso as pessoas que se expõe ao sol devem usar esse tipo de produto.

Coloração: pode ser temporária, semipermanente (tonalizante), permanente (contém amônia) e descoloração (processo que leva a enfraquecimento do fio e dano à cutícula, tornando o cabelo poroso).

Alisantes: Hidróxidos de sódio e lítio são produtos mais fortes e danificam mais o cabelo. Hidróxido de guanidina é menos potente, mas danificam também o fio capilar. Tióis - tioglicolato de amônio ou etanolamina é bastante utilizado no Brasil. É menos potente que o hidróxido de sódio e guanidina. Esse é o mais recomendado para cabelos caucasianos.

O cabelo uma vez alisado com determinado produto não poderá usar outro, pois há risco de tonsura.

Alisantes clandestinos : uso do formol (formaldeído) tornou-se frequente, pois além de barato, promove brilho ao cabelo. O fio torna-se frágil e quebradiço. Proibido pela ANVISA por ser volátil. Glutaraldeido também é proibido. Ambos quando inalados provocam danos à mucosa do trato respiratório e são cancerígenos. Atualmente, mais um aldeído está sendo comercializado, o ácido glioxílico ou ácido formilfórmico, também proibido pela ANVISA.
Celulite
Chamada também de lipodistrófica ginóide. Mais frequente em mulheres brancas. Vários fatores são responsáveis, tais como perda do equilíbrio do metabolismo, alterações circulatórias, perda da sustentação da pele (flacidez). Observa-se irregularidade da superfície da pele dando aspecto de casca de laranja. Áreas mais afetadas: nádegas, quadris, flancos, abdômen, coxas e joelhos.

Propostas de tratamento: substâncias que ativam a circulação sanguínea e linfática, que quebram as células gordurosas, que restauram a pele dando maior sustentação e o uso de antioxidantes. Dentre os procedimentos, orienta-se o I-Lipo e I-Lipo Ultra que agem na célula gordurosa promovendo seu esvaziamento e drenagem linfática e EXILIS ELITE destruindo a célula gordurosa através da radiofrequência, que determina maior firmeza da pele.

Além desses procedimentos recomendados, é fundamental realizar atividade aeróbica regular e frequente, uma dieta equilibrada, de preferência orientada por um nutricionista.
Estrias
São cicatrizes lineares ocasionadas por perda de colágeno e fibras elásticas na pele. Na fase inicial são avermelhadas, posteriormente, tornam-se esbranquiçadas. Mais frequentes no sexo feminino, surgem na adolescência, gravidez e no ganho de peso. Atingem mais frequentemente o quadril, nádegas, abdômen e mamas.

É recomendado uso de óleos e hidratantes para manter a hidratação da pele, pois parte da elasticidade da pele depende da quantidade de água, dentre eles: óleo de amêndoa doce, óleo de semente de uva, óleo de prímula, óleo de macadâmia, coenzima Q10 lipossomal, ceramidas, germe de trigo, PCA-Na 2%, Uréia 10%, colágeno 5-10%, elastina 3-5%, ácido hialurônico etc.

Como tratamentos principais: tretinoína (ácido retinóico) pois estimula o colágeno, alfa-hidroxiácidos ( ácido glicólico como mais importante) e vitamina C.

Procedimentos realizados para estrias: microdermabrasão ( peeling de cristal/diamante) associado ao peeling de ácido retinóico, microagulhamento e laser. Tratamentos combinados contribuem para melhores resultados.